Abracerva Altera o seu estatuto

Texto: Revista da Cerveja 

Com novo estatuto já em vigor, organização passa a ser dirigida por um Conselho e amplia critérios para associação de diferentes áreas do meio cervejeiro.

Votada em assembleia durante o Festival Paranaense de Cervejas Artesanais, a alteração do estatuto aumenta a representatividade para todos os setores envolvidos na produção cervejeira. “A Abracerva tinha um estatuto que já não mais atendia as necessidades de integração do setor cervejeiro”, observa Marco Aurélio Piacentini, da Kessbier (MT) e um dos atuais conselheiros da Associação. A partir de agora, também podem associar-se brewpubs, microcervejarias associadas (com receitas próprias, mas sem planta de produção – as famosas ciganas), distribuidores, pontos de venda, empresas de consultoria, escolas, jornalistas especializados, fornecedores, entre outros que trabalham com cerveja artesanal. “O setor ganha maior representatividade e a Associação ganha força por congregar mais participação, mais envolvimento de empresas e pessoas que fazem parte do setor, mas que antes não tinham a oportunidade de participar ativamente da Associação”, avalia Marco. O novo estatuto também detalha regras para eleições e conceitua microcervejaria artesanal, deixando de fora as grandes corporações. “Todas as intervenções nasceram da necessidade de uma atuação mais abrangente da entidade.”

Conselho provisório

Outra grande alteração foi a criação de um Conselho, que passa a ser o principal órgão de gestão e administração da Abracerva. O Conselho é composto por cinco associados, sendo três da categoria “microcervejaria e brewpub”, um da categoria “microcervejeiro associado” e um “associado não produtor” (além de suplentes, na mesma divisão). Eleito em assembleia para um mandato de dois anos, o Conselho pode escolher um presidente executivo para representar a Abracerva ou nomear entre seus membros um coordenador geral. Na assembleia de junho foi eleito o atual Conselho Provisório, que irá gerenciar a Associação até o primeiro processo eleitoral. “É uma missão com prazo determinado: o mandato expira na próxima assembleia, que deve ter lugar durante o próximo Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau”, explica Marco. O Conselho Provisório é composto por:

Conselheiros titulares: Marco Piacentini (Kessbier-MT), Maurício Beltrameli (Bar Brejas-SP), Murilo Foltran (DUM-PR), Rodrigo Silveira (Invicta-SP), Ronaldo Flor (GaudenBier-PR).

Conselheiros suplentes: Alberto Nascimento (Colombina-GO), Leonardo Sewald (Seasons-RS), Matheus Ramos (Sr. Lúpulo-SP), Samuel Mendonça Jr. (Landel-SP), Sérgio Buzzi (Penedon Brewpub-RJ).

Coordenador geral: Rodrigo Silveira (Invicta-SP)

“O Conselho está aberto à participação e às opiniões de todos os interessados que queiram somar e trabalhar pela construção de uma indústria nacional forte e expressiva”, destaca Marco. A fanpage da Abracerva no Facebook é o canal direto para comunicação, além dos e-mails pessoais dos conselheiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *